• Equipe NeuroVox

Quem mora perto de grandes avenidas tem maior risco de demência, Alzheimer e Esclerose múltipla

Atualizado: Mar 15

Estudo científico verificou que morar próximo a vias movimentadas está associado a maior risco de uma série de doenças neurológicas, devido à poluição do ar.


Cada vez mais estudos científicos têm demonstrado associação entre poluição do ar e doenças que afetam o cérebro humano. Em uma pesquisa recente, realizada por pesquisadores canadenses da Universidade de British Columbia, essa relação foi novamente verificada.


Os pesquisadores analisaram os dados de 678.000 pessoas moradoras da área metropolitana da cidade de Vancouver, no Canadá. Os resultados demonstraram que moradores que vivem a até 50 metros de distância de vias movimentadas, e até 150 metros de grandes avenidas, apresentaram maior risco de demência, doença de Alzheimer e esclerose múltipla.


A boa notícia é que espaços verdes parecem ter um efeito protetor contra isso. Ou seja, bairros arborizados, ou que possuem parques, apresentam redução dos efeitos prejudiciais da poluição sobre o cérebro.


Os benefícios de espaços verdes vão além da questão da qualidade do ar. Os pesquisadores afirmam que pessoas que moram próximas a espaços verdes tendem a ser mais fisicamente ativas, e também a interagir mais com outras pessoas. Tanto uma vida fisicamente quanto socialmente ativas são fatores de proteção importantes para doenças do cérebro.


Esse é mais um estudo que demonstra a importância de espaços verdes, e da consideração da poluição do ar como grave problema de saúde pública.



Estudo original:


Yuchi, W., Sbihi, H., Davies, H., Tamburic, L., & Brauer, M. (2020). Road proximity, air pollution, noise, green space and neurologic disease incidence: a population-based cohort study. Environmental Health, 19(1), 8. doi: https://dx.doi.org/10.1186/s12940-020-0565-4

280 visualizações

NeuroVox News

Psicologia e Neurociências, por Pedro Calabrez

contato@neurovox.com.br

  • Facebook NeuroVox
  • Instagram NeuroVox
  • YouTube NeuroVox

© 2020 NeuroVox - Todos os direitos reservados.