• Equipe NeuroVox

A Espetacularização da Tragédia

Neste vídeo, o Prof. Pedro Calabrez explica o que leva os meios de comunicação a explorar, de maneira oportunista e cruel, tragédias e catástrofes.



Ao abrir um portal de notícias, sabemos que é mais provável encontrar tragédias. Desde a época dos jornais de papel isso é verdade. A grande questão é: por que os meios de comunicação optam por disseminar tragédias mais do que boas notícias? Por que, muitas vezes, a mídia explora tragédias de maneira cruel e oportunista?


É sobre isso que o Prof. Pedro Calabrez fala em nosso novo vídeo no canal NeuroVox. Assista ao vídeo abaixo, ou clicando aqui. Abaixo você encontra, também, as referências e recomendações de leitura para o vídeo.



Referências e Recomendações de Leitura:


1) Estudo dos macacos:

Deaner, R.O., Khera, A.V. & Platt, M.L. (2005). Monkeys Pay Per View: Adaptive Valuation of Social Images by Rhesus Macaques. Current Biology, 15(6), 543-548.


2) Livro do Robin Dunbar: Dunbar, R. (1998). Grooming, Gossip and the Evolution of Language. New York: Harvard University Press.


3) Duas grandes revisões sistemáticas sobre o viés de negatividade:

Baumeister, R.F., Finkenauer, C., and Vohs, K.D. (2001). Bad is stronger than good. Review of General Psychology, 5(4), 323–370.

Rozin, P., and Royzman, E.B. (2001). Negativity bias, negativity dominance, and contagion. Personality and Social Psychology Review, 5(4), 296-320.

108 visualizações

NeuroVox News

Psicologia e Neurociências, por Pedro Calabrez

contato@neurovox.com.br

  • Facebook NeuroVox
  • Instagram NeuroVox
  • YouTube NeuroVox

© 2020 NeuroVox - Todos os direitos reservados.