• Equipe NeuroVox

Para a saúde do cérebro não basta dormir: é preciso dormir à noite

Estudo científico demonstrou que o sistema de eliminação de toxinas do corpo não funciona apenas durante o sono. É necessário estar dormindo à noite para que ele funcione devidamente.


O sono é um processo biológico fundamental para a manutenção do equilíbrio do corpo. Sua importância se mostra maior a cada ano que passa, conforme estudos científicos são publicados a esse respeito.


Até alguns anos atrás, acreditava-se que o único órgão do corpo que não possuía sistema linfático era o cérebro. No entanto, pesquisas recentes demonstraram que o cérebro possui, sim, um sistema de eliminação de toxinas, equivalente ao sistema linfático, chamado de sistema glinfático. A peculiaridade é que esse sistema só se ativa durante o sono, e justamente por isso os pesquisadores demoraram tanto para descobri-lo no cérebro.


A fim de compreender melhor esse sistema, pesquisadores do Centro de Neuromedicina Translacional, da University of Rochester Medical Center, investigaram suas características moleculares no cérebro de camundongos. Os resultados demonstraram que o funcionamento do sistema glinfático está diretamente associado aos ritmos circadianos.


O ciclo circadiano é um ritmo biológico presente em todos os seres vivos. Esse mecanismo regula alterações no corpo de acordo com a hora do dia. Devido a esse processo de regulação biológica, o corpo funciona de maneiras diferentes em diferentes momentos do dia e da noite. Trata-se de um ciclo, pois essas alterações biológicas ocorrem sempre ao longo de 24 horas, e só então o ciclo se reinicia.


O estudo, publicado na revista Nature Communications, demonstra que o funcionamento do sistema de eliminação de toxinas do cérebro depende não só do sono para funcionar. Para seu pleno funcionamento, é fundamental que o sono ocorra durante a noite.


Essa é mais uma evidência da importância não somente do sono, mas do respeito aos ritmos do dia e da noite para que nosso corpo funcione da melhor maneira possível. O estudo nos ensina que, se desejamos um cérebro verdadeiramente saudável, não basta dormir: é preciso dormir à noite.


Estudo original:


Hablitz LM, Plá V, Giannetto M, et al. (2020). Circadian control of brain glymphatic and lymphatic fluid flow. Nature Communications,11(1):4411. doi: http://doi.org/10.1038/s41467-020-18115-2

469 visualizações

NeuroVox News

Psicologia e Neurociências, por Pedro Calabrez

contato@neurovox.com.br

  • Facebook NeuroVox
  • Instagram NeuroVox
  • YouTube NeuroVox

© 2020 NeuroVox - Todos os direitos reservados.